Ir para o conteúdo
Início /Comunicação/Destaques

Destaques

Rede Nacional de TeleMedicina Física e de Reabilitação

A Rede Nacional de TeleMedicina Física e de Reabilitação deu os primeiros passos para a sua criação. Decorreu a primeira reunião no SMFR do H. de São Sebastião (Santa Maria da Feira) com o acompanhamento do Coordenador Regional de TeleSaúde para a Região Norte, Carlos Ribeiro.

A Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação (SPMFR)  apresenta uma proposta de criação da Rede Nacional de TeleMFR.
A criação da Rede Nacional de TeleMFR enquadra-se na Resolução do Conselho de Ministros nº 6/2016 de 26 de outubro de 2016 «numa nova estratégia para o setor da Saúde contribuindo para melhorar a governação e eficiência do SNS, assente em soluções de modernização e integração das tecnologias da informação».
Enquadra-se no «alinhamento da reforma da saúde e na intenção de reforçar o poder do cidadão no SNS, promovendo disponibilidade, acessibilidade, comodidade, celeridade e humanização dos serviços, bem como na experiência acumulada nos últimos anos na área da telemedicina associada à necessidade crescente de serviços de telecuidados à distância».

O CNTS vai apoiar e acompanhar a criação desta Rede Nacional, tendo já reunido com  Catarina Aguiar Branco, Presidente da SPMFR e Paula Amorim, Fundadora do Projeto
a MFR. A Rede Nacional de MFR apresenta como missão ser uma área da saúde, acessível a todos os cidadãos em todos os níveis de cuidados.

Catarina Branco – Presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação e Diretora de Serviço de MFR do H. São Sebastião; Bárbara Moreira da Cruz- Diretora do Serviço de MFR do H. de Guimarães;
Paula Amorim-Coordenadora do Projecto «Rede Nacional de TeleMFR e
Eng Carlos Ribeiro-Coordenador Regional da TeleSaúde da ARSN