Ir para o conteúdo
Inglês
Início /Telessaúde

Telessaúde

Rede de Promoção da TeleSaúde

Rede de Promoção da TeleSaúde (RPT) reúne os Coordenadores Regionais de TeleSaúde (CRT) e os Promotores Internos de TeleSaúde (PIT).

O CNTS dinamiza diversas ações locais e nacionais e disponibiliza vários recursos para potenciar a capacitação dos profissionais e simplificar processos de implementação de serviços de telessaúde.

O Modelo de Relacionamento criado e implementado pelo CNTS:

Coordenador Regional de TeleSaúde tem como principais funções:

  1. Estar informado e atualizado no que se refere a novas tecnologias, aplicações, experiências e modelos organizativos no âmbito da telessaúde, tanto a nível nacional como internacional.
  2. Manter e promover contactos com os diversos agentes que atuam na área da TeleSaúde, desde instituições do SNS a responsáveis por serviços e entidades envolvidas nas tecnologias (informáticos, universidades, associações, empresas, entre outros).
  3. Tendo em conta os dois pontos anteriores, incentivar e promover a utilização da TeleSaúde pelas diversas instituições.
  4. Ter uma visão abrangente e integrada dos diversos agentes prestadores de cuidados de saúde (nomeadamente cuidados primários, hospitalares, urgências, INEM, cuidados continuados e mesmo entidades privadas) de modo a melhor detetar e compreender os modelos necessários, e adequados de TeleSaúde.
  5. Sugerir ou propor projetos de TeleSaúde concretos que possam contribuir para um efetivo ganho em Saúde para os utentes, e para os prestadores e para uma melhor articulação e rentabilidade de serviços.
  6. Analisar, avaliar e facilitar as diversas propostas ou solicitações para a implementação de projetos de TeleSaúde, procurando soluções integradas, promovendo e rentabilizando os meios disponíveis e evitando redundâncias.
  7. Apoiar, coordenar e eventualmente supervisionar e testar a instalação dos suportes tecnológicos, administrativos (parametrização CTH, entre outros) e organizativos inerentes aos diversos projetos de TeleSaúde.
  8. Avaliar regularmente as atividades e programas em curso.
  9. Ser o elemento de ligação entre a instituição que representa e outras instituições e entidades, nos assuntos referentes à TeleSaúde.

    Coordenadores Regionais de TeleSaúde:
    Região Norte  – Carlos Ribeiro
    Região Centro – Ivo Reis
    Região Lisboa e Vale do Tejo –  Mário Carreira
    Região Alentejo – Marciano Lopes
    Região Algarve – António Pina

 

PIT – Promotor Interno da TeleSaúde
Por forma a dinamizar a implementação da Telemedicina no Serviço Nacional de Saúde (SNS) o Despacho nº 8445/2014, de 30 de junho, definiu que os estabelecimentos hospitalares do SNS e dos Agrupamentos de Centros de Saúde deveriam nomear um Promotor Interno da Telemedicina (PIT), dando conhecimento do mesmo à Administração Central do Sistema de Saúde, IP e à SPMS — Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE. Estão nomeados, para 2019, 88 PIT distribuídos geograficamente pelo território nacional.

Os Promotores Internos da TeleSaúde são um reforço importante nas suas organizações e na ligação destas com o Centro Nacional de TeleSaúde.

Pretende-se que sejam nomeados profissionais de saúde de reconhecido mérito que dinamizem as práticas de telessaúde. Estes deverão ter o seguinte perfil:

  • Conhecimento ou prática de atividades de telessaúde;
  • Conhecimento/Competências de gestão e organização dos serviços de saúde;
  • Conhecimento e boa relação com os profissionais das diversas áreas clínicas da organização;
  • Interesse e motivação para implementação de processos de inovação e mudança.

Os Promotores Internos da TeleSaúde deverão realizar as seguintes funções:

  • Propor a estratégia para a telessaúde na organização;
  • Propor um plano anual de expansão de telessaúde para a organização;
  • Realizar contactos e estabelecer parcerias para realização de atividades de telessaúde;
  • Apoiar e estimular a implementação e desenvolvimento de atividades de telessaúde;
  • Monitorizar e realizar relatórios periódicos das atividades de telessaúde da organização;
  • Informar o Centro Nacional de TeleSaúde acerca dos planos e atividades realizadas;
  • Cooperar com o Centro Nacional de TeleSaúde.

Os profissionais deverão ter cerca de 10% do seu tempo de trabalho mensal afeto às funções de Promotor Interno da TeleSaúde.

PIT STOP Grupo fechado, criado na página institucional, do Linkedin . É um espaço de networking entre os Coordenadores Regionais e dos Promotores Internos da TeleSaúde. Quer-se dinâmico,  privilegiando a discussão entre pares de temas práticos no âmbito da telessaúde.